Técnicas de repintura em temperaturas elevadas.
Enciclopédia on-line ao seu dispor.

Em muitas regiões, a chegada do verão traz altas temperaturas, juntamente com aumento ou diminuição de humidade. No entanto, e independentemente das condições climáticas, ainda é possível obter um bom resultado na repintura automóvel. Os riscos, associados a estas temperaturas podem ser reduzidos com alguns procedimentos simples. Harald Klockner, especialista e responsável da formação Standox a nível Mundial (Europa, Médio Oriente, Africa (EMEA)), apresenta algumas dicas para o processo de repintura com elevadas temperaturas.

Dica 1 - Escolha a combinação certa de endurecedor e diluente.

Quando o verniz é aplicado com elevadas temperaturas, é essencial escolher o endurecedor e o diluente correto, para evitar problemas de secagem e garantir um bom resultado a nível de brilho e textura, os profissionais de pintura devem optar por escolher produtos de secagem mais lenta. As próprias latas dos endurecedores já apresentam directrizes relacionadas com a temperatura, sendo uma ajuda para a tomada de decisão. Para alguns vernizes COV, deve-se usar o Aditivo Standox VOC 2K em vez de um diluente. Com elevadas temperaturas, e para reparações maiores, os profissionais de pintura, podem optar pelo novo aditivo de Secagem Lenta Standox VOC 2K. Poderá encontrar mais detalhes e informações nas respectivas FT.

Dica 2 - Não esquecer o factor Humidade.

Em alguns países, o Verão significa alta humidade, o que pode afectar a aplicação de Standohyd Plus e de Standoblue. Em climas com humidades mais elevadas, torna-se mais fácil de aplicar. Os profissionais de pintura nesses casos precisarão de menos água desionizada da Standox para Standohyd, aquando a preparação da tinta, já para Standoblue, apenas necessitam de adequar a quantidade do ajustador de viscosidade. Num ambiente quente e seco, o tempo de secagem da tinta é mais rápido, o que representa um desafio, na medida em que a névoa de pulverização não é absorvida adequadamente podendo levar à opacidade. A mistura correta do produto manterá a aplicação mais molhada durante o tempo suficiente para conseguir obter uma homogeneização da superfície.

No caso de Standohyd Plus, poderá aumentar ligeiramente a quantidade de água desionizada, ou como alternativa usar o Diluente Standohyd Plus Hot, produto próprio mais adaptado às condições climáticas referidas.

Para Standoblue, é recomendado a utilização do aditivo de viscosidade lento, e opcionalmente adicionar até 10% de água desionizada Standox.

Importa referir ainda, que a escolha do bico da pistola, também pode influenciar a aplicação, neste caso é aconselhado a utilização de um bico de fluido maior. Poderá encontrar mais informações e conselhos de aplicação nas respectivas FT.

Dica 3 - Pinte de manhã

Como a temperatura tende a aumentar ao longo do dia, e os ciclos de secagem tornam-se quase impossível de baixar é aconselhável realizar os trabalhos de repintura maiores e mais exigentes no período da manhã, onde a temperatura ainda não é tão elevada. Planei a sequência e a utilização da cabine com cuidado, de acordo com a previsão do tempo.

Dica 4 - Use uma fita para transpiração

Se trabalha com uma máscara respiratória, em vez de um capacete protector completo, use uma fita na testa quando as temperaturas tiverem muito elevadas, propensas a causar transpiração. Uma maneira simples e eficaz de prevenir a queda de gotas de suor sobre a pintura estragando um trabalho quase acabado.

Dica 5 - Três endurecedores para o Verniz Standocryl VOC-Xtreme K9580.

Para a secagem rápida do Verniz Standocryl VOC-Xtreme K9580, a Standox apresenta três endurecedores para diferentes níveis de temperatura e humidade: Endurecedor rápido para utilização em baixas temperaturas sob condições muito secas; normal para temperaturas médias; lento para altas temperaturas e altas humidades.