Pinturas Mate
Enciclopédia on-line ao seu dispor.

Os veículos com pinturas mate estão actualmente na moda. Uma superfície acetinada cintilante ou mate baça confere um estilo especial a um veículo e fá-lo destacar-se dos automóveis com pinturas brilhantes. No entanto, reparar pinturas mate coloca desafios particulares às oficinas. As reparações exigem uma preparação rigorosa e competências profissionais consideráveis. Corrigir potenciais erros também envolve um esforço significativo. O que é habitual para revestimentos transparentes com elevado brilho está fora de questão para pinturas mate. Uma rectificação ou polimento não são uma opção. Os técnicos de repintura só dispõem de uma tentativa.


Garantir a inexistência de brilho após a reparação.

Até as pequenas reparações são um desafio quando se trata de pinturas mate.

Com as pinturas mate, não é possível polir pequenos riscos num dos lados do veículo ou marcas das unhas nas reentrâncias dos puxadores. Isso resultaria em faixas ou pontos brilhantes - defeitos visuais numa superfície mate por norma uniforme. Micro-reparações e esbatimentos também não são adequadas, dado que estragariam o aspecto geral. Para evitar que isto aconteça, ao realizar repinturas mate, a peça da carroçaria é sempre pintada integralmente. Dependendo do local do dano, podendo até ser melhor repintar toda a lateral do veículo.

Cuidado e precisão - essenciais para um resultado espectacular.

Repintar superfícies mate demora mais tempo e requer mais material que executar repinturas brilhantes. Mas com a preparação certa, o cuidado necessário ao trabalhar e os produtos correctos, é possível conseguir bons resultados. O mais importante de tudo é trabalhar com rigor. Até o mais pequeno desvio da proporção de mistura entre o verniz, o endurecedor, o diluente o agente foscante pode levar a uma discrepância no grau de foscagem e as quantidades necessárias para uma repintura total ou parcial devem ser pesadas com rigor utilizando as balanças. A utilização do Standowin ou do Standowin IQ torna mais fácil uma medição precisa. Ser totalmente rigoroso também é importante para a documentação e para eventuais ajustes posteriores.

O efeito da espessura da película e da secagem em pinturas mate.

Antes de começar a executar pinturas mate, deve ter-se em consideração o efeito de diferentes espessuras de película no aspecto da película de tinta seca. Os métodos de aplicação têm, portanto, de ser adaptados às circunstâncias.

  • Em algumas circunstâncias, duas demãos "normais" podem parecer diferentes após secarem, comparativamente a duas "molhadas".
  • O correcto período para evaporação é muito importante: de modo a evitar a "formação de manchas" os períodos de flash-off intermédio e final indicados na ficha técnica devem ser rigorosamente respeitados.
  • Até a forma e o tipo do método de secagem desempenham um papel na reparação dos vernizes mate. A secagem ao ar e a secagem forçada em estufa têm um efeito diferente no nível de brilho. Em geral, as pinturas secas na estufa são ligeiramente mais brilhantes que as secas à temperatura ambiente.
  • A secagem por infravermelhos deve ser totalmente evitada.

Conhecimento prático/informação.

Como é gerada a percepção da cor e a impressão geral de uma superfície mate?

As percepções de cor de um objecto são resultado de impulsos nervosos no cérebro do observador. O olho humano recebe estímulos de cor através da retina, retransmite-os para o cérebro e, ao fazê-lo, activa uma certa percepção de cor. A parte do espectro de luz que não é absorvida, mas sim reflectida pela superfície de um objecto, fornece os dados que a nossa mente consciente atribui a uma cor específica. O reflexo é também a razão pela qual os nossos olhos percepcionam uma superfície como brilhante ou mate. Certos aditivos para verniz aumentam de tal forma a difusão de luz que a superfície parece fosca.

Que factores influenciam as cores mate?

O aspecto e o grau de brilho são influenciados por:

  • A espessura da camada de cada demão ou pela formação geral da película;
  • A forma como a tinta é aplicada - mais ou menos molhada, distância de pistola;
  • Tempos de flash-off entre demãos e final;
  • Temperatura e o tipo de secagem (ar ou estufa);
  • Temperatura da estufa ou da tinta durante a aplicação;
  • Endurecedor e diluente.


Reflexo da luz num verniz brilhante (ilustração simplificada, dado que os pigmentos de efeito também têm um efeito de dispersão, embora apenas na tinta de base bicamada).
Reflexo da luz num verniz brilhante (ilustração simplificada, dado que os pigmentos de efeito também têm um efeito de dispersão, embora apenas na tinta de base bicamada).
Reflexo da luz num verniz mate (os agentes de foscagem contêm partículas esféricas que tem um forte efeito de dispersão). Visto num angulo de 60º, o reflexo está na sua máxima homogeneidade. É por isso que o nível de brilho das pinturas automóveis é medido e registado neste ângulo.
Reflexo da luz num verniz mate (os agentes de foscagem contêm partículas esféricas que tem um forte efeito de dispersão). Visto num angulo de 60º, o reflexo está na sua máxima homogeneidade. É por isso que o nível de brilho das pinturas automóveis é medido e registado neste ângulo.

O nível de brilho aumenta com a utilização de endurecedores e diluentes rápidos, com maior viscosidade de aplicação, camadas mais espessas e secagem forçada.

O nível de brilho diminui com a utilização de endurecedores e diluentes mais lentos, com menor viscosidade de aplicação, camadas menos espessas e secagem ao ar. Uma vez que a humidade também influencia o resultado final, é recomendável evitar a secagem à temperatura ambiente ao repintar pinturas mate!

Estes dados demonstram que o nível de brilho de uma reparação só pode ser determinado através da criação de uma amostra de teste!

Ao que deve prestar atenção ao realizar repinturas mate.

Como existem muitos factores que influenciam os níveis de brilho, não é possível proporcionar um nível de brilho predefinido. Existem diferenças mensuráveis, mesmo em pinturas OEM. Na prática, isso significa que não é possível conseguir resultados uniformes numa oficina onde as condições mudam diariamente. Portanto, um objecto grande não deve ser repintado durante vários dias e com aplicação de distintos produtos. Para conseguirem um aspecto uniforme os técnicos de repintura devem pintar de uma só vez.

Por razões técnicas as inclusões de poeiras não podem ser rectificadas e polidas nas pinturas mate. Em vez disso, é necessária uma nova repintura incluindo a base bicamada. Dependendo do objecto, da cor e do nível de brilho pretendido, recomendados a utilização do Verniz Standocryl COV. 

Todas as tintas de repintura continuarão a conter vestígios de solventes depois de secas. Nas pinturas mate, isto significa que o grau final de brilho não é imediatamente atingido logo após a secagem. As medições revelam que os níveis de brilho podem diminuir até 5% nos primeiros 14 dias após a conclusão da pintura.

Trate todas as pinturas mate recentes com o maior cuidado. Actualmente, os danos nas superfícies só podem ser recuperados através de uma nova repintura. A contaminação, por exemplo com gordura, colas ou selantes, necessita de ser imediatamente removida com um produto de limpeza sem solventes. Não utilize quaisquer Solventes!

Preparação de painéis de teste.

1- Comece por determinar o nível de brilho, em seguida a cor.

O nível de brilho tem um efeito significativo no aspecto da cor. Portanto, comece por pintar uma amostra de teste com diferentes proporções de especial mate com verniz COV HS K9520. Comece com uma mistura de 80:20, 75:25 e 70:30 (em algumas circunstâncias poderá ser útil utilizar incrementos menores. As fórmulas especificas estão disponíveis em Standowin IQ. Em seguida afine a sua selecção da cor. Esteja atento e faça uma marcação clara das amostras de teste. Nota: as amostras de teste têm de ser preparadas utilizando as mesmas técnicas de aplicação e secagem utilizadas no trabalho de repintura.


Qual a proporção de mistura certa para produzir determinado nível de brilho? (E= unidades de brilho)

  • 70:30> 25 Unidades num ângulo de 60º
  • 75:25 Recomendação OEM, por exemplo MB 23 unidades num ângulo de 60º Tolerância +/- 7 unidades
  • 80:20 <15 Unidades num ângulo de 60º ou < 20 unidades num ângulo de 85º

A fórmula para a proporção de mistura certa pode ser encontrada no Standowin IQ na secção intitulada "Mistura de Produto Auxiliares" em produtos "SPEC. MATT 2K".

O Standox Especial Mate tem de ser meticulosamente agitado imediatamente antes da utilização. A mistura de verniz/Especial Mate também tem de ser agitada cuidadosamente previamente à adição do endurecedor. Tal como outros aditivos mateantes, o Standox Especial Mate pode, em princípio, ser usado com todos os vernizes Standox. Uma vez que todos os vernizes têm diferentes propriedades e proporções de mistura, recomendamos a utilização de Standocryl Verniz COV HS K9520 da gama de repintura Standox. O verniz COV HS K9520 é o único que possui as melhores características de base para este tipo específico de aplicação e está homologado pelos principais fabricantes de automóveis para trabalhos de repintura.


Processos de repintura. 

Com um verniz mate não é possível realizar esbatimentos. É possível repintar apenas peças de carroçaria completas. Estas devem ser executadas sobreposições das passagens de aplicação e das camadas. Todos os processos de aplicação e secagem devem seguir o mesmo procedimento utilizado na amostra de teste seleccionada. Quaisquer alterações poderão distorcer o resultar. Quanto maior for o grau de fosco matificante num verniz mate, mais precisa terá de ser a preparação, a aplicação da base bicamada e a utilização do verniz.

Preparar e limpar como habitualmente.

Prepare a totalidade do verniz mate para a aplicação, uma vez que não é possível utilizar o verniz mate com o Smart Blend Plus.

Aplicação da base bicamada e evaporação.

Aplique a base bicamada tal como faria numa pintura bicamada. Em seguida, permitir um período de evaporação suficiente.

Aplicar o verniz mate.

Aplique a primeira demão e aguarde um período de evaporação de 5 a 10 minutos a 20ºC. Em seguida aplique uma segunda demão. Permita uma evaporação final antes de forçar a secagem durante 10 a 15 minutos.

i. Sugestão para a mistura 80:20 - É possível reduzir o risco de formação de manchas utilizando um bico de pistola maior como SATA HVLP 1.5 mm com uma pressão de entrada de 2,0 bar.

ii. Sugestão para reduzir a acumulação (excesso de espessura) - aumente a distância de pulverização do objecto e torne as sobreposições mais estreitas. Para superfícies horizontais de grande dimensão como o capô aplique a primeira e segunda demão mantendo um ângulo de 90ºC se possível. A primeira e segunda demão devem produzir um padrão cruzado clássico.

Secagem na estufa.

Aguarde que a peça pintada do veículo seque durante 45 a 50 minutos a uma temperatura de 60 a 65ºC.

Sugestões de limpeza para pinturas mate.

Existem inúmeras recomendações por vezes contraditórias relativamente aos procedimentos a ter com a pintura mate. As recomendações aqui indicadas são as indicações Standox; não nos responsabilizamos com questões relacionadas com produtos de terceiros.

Em princípio é possível lavar o automóvel numa lavagem de automóveis. Contudo, programas de lavagem como "protecção de brilho" não devem ser seleccionados. As lavagens de automóveis com protecção de pintura são recomendáveis uma vez que a longo prazo as lavagens com escova produzem um efeito de polimento e, por conseguinte, acentuam o brilho. O melhor método de limpeza e o que assegura maior protecção é a lavagem manual do automóvel com sabão neutro, muita água e uma esponja suave.

Tal como as pinturas com brilho tradicional, os excrementos de pássaros, insectos mortos e seiva das árvores devem ser retiradas imediatamente. Se tal não for possível, enxagúe a área em causa com água de forma a retirar a sujidade de preferência sem ajuda mecânica. Os panos de microfibra são uma opção adequada para este procedimento. As manchas se alcatrão podem ser retiradas pelos proprietários dos automóveis com um removedor de silicone em conjunto com agentes de limpeza comerciais standard. Evite esfregar o mesmo local vigorosamente exercendo muita pressão.

Os fabricantes de automóveis não recomendam a aplicação de autocolantes, peliculas ou sinais magnéticos em pituras mate OEM, e a Standox faz a mesma recomendação no que respeita às repinturas.